Coréia do Sul teria feito experiências com plutônio

A Coréia do Sul realizou uma experiência secreta com quantidades mínimas de plutônio há mais de 20 anos, informa uma alta autoridade dos Estados Unidos que pediu para não ter seu nome divulgado. O plutônio é um elemento químico usado em armas atômicas, e a revelação se segue à informação, divulgada semana passada, de que quatro experiências secretas de enriquecimento de urânio foram realizados pela nação asiática.A Coréia do Norte reagiu ao anúncio do enriquecimento de urânio alertando para o risco de uma "corrida armamentista nuclear" na região. Como o plutônio, o urânio enriquecido é um ingrediente de armas atômicas.Os Estados Unidos, com o apoio da Coréia do Sul, Japão, China e Rússia, tentam convencer a Coréia do Norte a encerrar seu programa de armas atômicas. As negociações devem recomeçar ainda neste mês. Mas o enviado da Coréia do Norte às Nações Unidas, Han Sung Ryol, disse que os EUA são "inúteis" como parceiros de diálogo, porque aplicam dois pesos e duas medidas à situação coreana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.