Coréias promovem acordo para o fim do programa nuclear

As duas Coréias concordaram nesta sexta-feira, 2, em promover o cumprimento do compromisso para encerrar o programa nuclear norte-coreano, conforme foi estabelecido na reunião de seis lados realizada em Pequim em fevereiro.No acordo de 13 de fevereiro, a Coréia do Norte aceitou fechar em 60 dias suas instalações nucleares em troca de ajuda energética da Coréia do Sul, Estados Unidos, China, Japão e Rússia. Ao fim das conversas interministeriais de quatro dias emPyongyang, as duas Coréias adotaram nesta sexta-feira um comunicado conjunto, ressaltando a importância das relações bilaterais nas áreas de economia e ajuda humanitária.Famílias separadasUm dos objetivos é reunir as famílias separadas pela Guerra da Coréia (1950-1953). Os dois países concordaram em retomar os encontros das famílias separadas este mês, por videoconferência e permitir reuniões no enclave turístico norte-coreano de Geumgang, em maio.Em breve serão reiniciadas as obras para construir um local permanente para os encontros das famílias.Nova reuniãoAs duas Coréias marcaram para abril uma nova reunião dasdelegações da Cruz Vermelha dos dois países para discutir a situação dos soldados sul-coreanos prisioneiros de guerra.Além disso, os governos vão promover viagens experimentais para verificar o estado das ferrovias comuns no primeiro semestre deste ano, antes da sua reabertura.O ponto de maior conflito foi fixar a data para as negociações econômicas sobre o envio de arroz à Coréia do Norte. A nova rodada acontecerá de 18 a 21 de abril, em Pyongyang.A próxima reunião interministerial foi marcada para os dias 29 de maio a 1 de junho, em Seul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.