Coreias realizarão primeiras negociações em dois anos

As Coreias do Sul e do Norte realizarão suas primeiras negociações miliares em dois anos amanhã, num esforço para aliviar as tensões na fronteira entre os países, informou o ministro da Defesa sul-coreano. A reunião, da qual participarão três oficiais de cada lado, vai incluir a discussão do afundamento de um navio de guerra sul-coreano - supostamente pelo Norte - e vai acontecer na vila fronteiriça de Panmunjom.

AE, Agência Estado

29 de setembro de 2010 | 13h29

As relações entre os países vizinhos pioraram muito depois que Seul acusou Pyongyang de ter lançado torpedos contra a corveta sul-coreana em março, incidente que matou 46 marinheiros. Pyongyang nega qualquer envolvimento no caso, mas tem apresentado atitudes conciliatórias. Os norte-coreanos libertaram um barco de pesca sul-coreano e sete tripulantes que estavam retidos no país, propôs a retomada das reuniões familiares e aceitou ajuda do vizinho para os atingidos pelas enchentes no país.

O encontro acontece depois de os Estados Unidos e a Coreia do Sul terem lançado exercícios militares conjuntos com submarinos na última segunda-feira, uma demonstração de força contra a Coreia do Norte. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.