Coreias se reúnem para tentar retomar turismo

Coreia do Sul garantir a segurança dos visitantes e esclarecer a morte de uma coreana

Efe,

08 de fevereiro de 2010 | 04h03

Representantes das duas Coreias se reúnem nesta segunda-feira, 8, na cidade fronteiriça de Kaesong para abordar a reabertura do turismo nessa localidade e no monte Kumgang, lugares em território norte-coreano, informou a agência sul-coreana Yonhap.

 

O turismo no monte Kumgang está paralisado desde julho de 2008, quando uma turista sul-coreana morreu ao ser baleada por um soldado norte-coreano, enquanto em Kaesong desde novembro de 2008 por causa da deterioração das relações entre os dois países, especialmente desde que o conservador Lee Myung-bak assumiu a Presidência sul-coreana, em fevereiro desse ano.

 

Antes de dirigir-se para a Coreia do Norte, o chefe da delegação sul-coreana, Kim Nam-shik, disse que no encontro reivindicará uma investigação para esclarecer a morte da sul-coreana.

 

Também pedirão medidas para que um fato assim não volte a acontecer e para garantir a segurança de todos os visitantes sul-coreanos.

 

Segundo a Yonhap, Seul poderia discutir de novo o eventual envio de uma comissão sul-coreana a Kumgng para esclarecer a morte da turista, apesar de a proposta ter sido rejeitada anteriormente pela Coreia do Norte.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do Sulsegurançamortefronteira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.