Christophe Petit Tesson/Pool via REUTERS
Christophe Petit Tesson/Pool via REUTERS

Coroa de Cristo, relíquias de santos e torres: veja o que foi salvo em Notre-Dame

Balanço indica que maior parte de destruição atingiu o pináculo e o teto da igreja

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de abril de 2019 | 13h10

O incêndio na Catedral de Notre-Dame destruiu parte importante do patrimônio arquitetônico, artístico e religioso do templo. O trabalho dos bombeiros, no entanto, permitiu salvar muitas obras e a própria estrutura do edifício. Veja um balanço do que foi perdido e o que foi salvo até agora.

 

Perdas arquitetônicas e de acervo em Notre-Dame

O Pináculo. 

A torre de 45 metros de altura que ficava no centro da catedral caiu depois de apenas um ahora de incêndio. Segundo o ministro de Cultura da França, Franck Riester, tudo indica que o fogo começou ali, onde as obras de restauro começaram recentemente. O pináculo da igreja já foi destruído várias vezes ao longo da história. O que veio abaixo ontem datava de 1859 e foi desenhado pelo arquiteto Eugène Viollet le Duc

O cruzeiro e o transepto norte.

Era um espaço contíguo ao pináculo. Segundo o ministro ainda há uma “inquietude” sobre a abóboda do prédio, que recebeu muita água dos bombeiros durante o processo de rescaldo. 

Relíquias

Três relíquias foram perdidas no incêndio do pináculo: o que se considera um dos 70 espinhos da Coroa de Cristo e outras duas relíquias de São Dionísio e Santa Genoveva. 

A cobertura

O teto da catedral, todo feito em madeira de carvalho, perdeu dois terços de seu volume, que equivale a 1 mil metros quadrados. 

As rosetas

Três rosetas que representam as flores do paraíso, construidas no século 13, foram afetadas, mas os danos nao são catastróficos, segundo o ministro. 

O que os bombeiros conseguiram salvar em Notre-Dame

Estátuas

As estátuas de 12 apóstolos e quatro evangelistas que circundavam o pináculo foram retiradas de lá na semana passada para restauração.

Órgão

O maior dos três órgãos da igreja, com cinco teclados e 8 mil tubos ficou intacto. Ele fica na entrada da catedral, menos afetada pelas chamas. 

As torres frontais e a fachada

Joias da arquitetura gótica, as torres norte e sul datam de 1220 e 1230 e na fachada está esculpido trechos do Evangelho de São Mateus

As relíquias de Notre-Dame

Ainda quando as chamas ardiam, os bombeiros correram para salvar os principais tesouros da catedral. Entre eles estão a túnica do rei São Luis, do século 13, e o que se julga ser a coroa de espinhos, um cravo que crucificou Jesus e um pedaço da cruz. 

Quadros Mays

São 50 pinturas que foram doadas pelos artesão de Paris em homenagem à Virgem Maria entre 1630 e 1707

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.