Victor Moriyama/The New York Times
Victor Moriyama/The New York Times

Coronavírus e o mundo: lugares icônicos agora vazios

Pandemia transformou cenários ao obrigar o confinamento de quase 2 bilhões de habitantes; confira imagens

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de março de 2020 | 05h00

A pandemia de coronavírus deixou até a segunda-feira 15.382 mortos, 352.464 contaminados e quase 2 bilhões de habitantes confinados em suas casas. A doença mudou os principais cenários das cidades e agora o vazio se prolifera pelo mundo. O jornal americano The New York Times mostrou o resultado em imagens. Veja:  

São Paulo, Brasil:

Seul, Coreia do Sul:

Sydney, Austrália:

Tóquio, Japão:

Teerã, Irã:

Paris, França:

Nova York, EUA:

Santa Monica, EUA: 

Nova Délhi, Índia:

Londres, Inglaterra:

Pequim, China:

São Francisco, EUA:

Berlim, Alemanha:

Caracas, Venezuela:

Bogotá, Colômbia:

Prambanan, Indonésia:

Barcelona, Espanha:

Bangcoc, Tailândia:

 

Tudo o que sabemos sobre:
coronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.