Corpo de diplomata americano é encontrado no Chipre

Polícia cipriota e embaixada dos EUA no país confirmaram a informação

Agencia Estado

02 Julho 2007 | 19h16

A polícia do Chipre identificou nesta segunda-feira, 2, na zona de Lefkas-Orkonta, o cadáver do diplomata que atuava na embaixada americana em Nicósia, Thomas Mooney, e que estava desaparecido desde a última quinta-feira. A embaixada dos Estados Unidos no Chipre confirmou a informação."Depois da notificação aos familiares, é com profundo pesar que anunciamos que o tenente coronel Thomas Mooney, que serviu noção nação com distinção no posto de adido de defesa, foi encontrado morto pelas autoridades cipriotas nesta segunda-feira", informou Ronald Schlicher, embaixador americano em Nicósia, numa mensagem por escrito.Agentes do serviço criminológico da Polícia cipriota tinham ido ao local, que fica no distrito de Nicósia, para investigar as causas da morte.

Mais conteúdo sobre:
Chiprediplomatadesaparecido

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.