Corpo de general passará por necropsia em Brasília

O corpo do comandante da Força de Paz no Haiti, general Urano Teixeira da Matta Bacellar, encontrado morto no último sábado, será submetido a necropsia na manhã desta quarta-feira no Instituto Médico Legal (IML) da Polícia Civil de Brasília, antes de seguir para sepultamento no Rio d Janeiro. Serão realizados exames complementares para definir a causa da morte do militar. A principal suspeita, conforme os relatórios internacionais enviados ao Brasil, é de suicídio, mas ainda não estão descartadas as hipóteses de acidente ou mesmo assassinato.Os exames, que deveriam ter sido realizados nesta terça-feira, foram adiados porque o corpo precisou ser submetido a um cuidadoso processo de descongelamento, que se estenderia por horas, desde a tarde até a noite, segundo informou o diretor da Polícia Civil de Brasília, Laerte Bessa. À tarde, será divulgado o laudo preliminar da necropsia pelo legista responsável, Malthus Fonseca Galvão.O laudo definitivo só estará pronto em uma semana e será anexado aos autos da investigação internacional que determinará a causa da morte do militar brasileiro.O corpo de Bacellar chegou às 9 horas da manhã à Base Aérea da capital do País num avião hércules C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB) procedente do Haiti. Acompanharam a chegada do corpo autoridades do governo, entre as quais o ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Jorge Félix. O caixão seguirá para o Rio de Janeiro nesta quarta-feira tão logo o corpo seja embalsamado e liberado pelo IML. Antes do embarque, haverá uma cerimônia fúnebre na Base Aérea de Brasília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.