Corpo de jornalista morta em Homs é levado aos EUA

O corpo da jornalista norte-americana Marie Colvin, morta aos 56 anos em 22 de fevereiro em Homs, na Síria, está a caminho dos Estados Unidos e será velado em Oyster Bay, Long Island, Nova York. Colvin nasceu e cresceu em Oyster Bay. O corpo deverá ser velado no sábado e no domingo na escola secundária de Oyster Bay, onde ela estudou, e sepultado na próxima segunda-feira.

AE, Agência Estado

05 de março de 2012 | 21h47

Colvin foi morta junto ao repórter fotográfico francês Remi Ochlik, de 28 anos. Ela trabalhava para o jornal The Sunday Times de Londres.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.