Corpo de jornalista morta na Síria chega a Tóquio

O corpo de Mika Yamamoto, jornalista japonesa veterana que foi morta enquanto cobria a guerra civil na Síria, chegou neste sábado ao Aeroporto Internacional de Narita, em Tóquio.

AE-AP, Agência Estado

25 de agosto de 2012 | 13h41

Funcionários do aeroporto fizeram um momento de silêncio depois de o caixão de Mika ser retirado de uma aeronave da Turkish Airlines.

As duas irmãs da jornalista e a colega Kazutaka Sato chegaram no mesmo voo, que partiu da cidade turca de Istambul. O corpo da jornalista, de 45 anos, será entregue à polícia japonesa para a realização de uma autópsia.

Pelo menos 16 jornalistas morreram no exercício da profissão na Síria desde novembro, segundo o Comitê para Proteção de Jornalistas.

Ativistas dizem que a onda de violência na Síria, que teve início em março do ano passado, já deixou mais de 20 mil mortos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
JapãoSíriajornalista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.