Ricardo Moraes/Reuters
Ricardo Moraes/Reuters

Corpo de jovem venezuelano é encontrado decapitado em Boa Vista

Vítima também estava com as pernas amarradas por um pedaço de lona e sem um dos braços

Paola Carvalho, Especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

16 de agosto de 2019 | 18h55

RORAIMA - O corpo de um jovem venezuelano foi encontrado decapitado em Boa Vista (RR), em um terreno baldio próximo a um abrigo para imigrantes. A vítima também estava sem o braço esquerdo e com uma algema no braço direito, além de ter as pernas amarradas por uma lona.

O corpo foi encontrado na manhã de sexta-feira, 16, na Avenida General Sampaio, bairro Treze de Setembro, por agentes da Força Nacional. O local é conhecido por abrigar muitos venezuelanos que se instalam nas proximidades do abrigo operado pela Operação Acolhida, da Força Tarefa Humanitária, à espera de uma vaga.

Segundo informações do Instituto Médico Legal em Roraima (IML-RR), a vítima foi identificada como Diego Andres Piamo, de 20 anos. A identificação foi possível após terem sido encontrados documentos e uma carteira de trabalho junto ao corpo da vítima.  O IML-RR informou também que ainda não foram localizados os parentes de Diego.

A reportagem entrou em contato com a Força Nacional para obter mais informações sobre o caso, porém, a instituição não repassou detalhes mais aprofundados do ocorrido. O caso deverá ser investigado pela Delegacia Geral de Homicídios (DGH) em Roraima. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.