Corpo de líder não será embalsamado, confirma governo

O governo da Venezuela abandonou a ideia de embalsamar o corpo do presidente Hugo Chávez, informou o ministro de Informação e Comunicação, Ernesto Villegas, em sua conta no Twitter. "Foi descartada a opção de embalsamar o corpo do comandante Chávez depois do relatório de uma comissão médica russa", escreveu Villegas na rede social. Segundo ele, a comissão "estabeleceu que para realizar o procedimento o corpo deveria ser trasladado para a Rússia em um prazo de 7 e 8 meses". Na quarta-feira, o presidente interino, Nicolás Maduro, já havia admitido que seria "bastante difícil" embalsamar Chávez, pois o procedimento deveria ter começado logo após a morte dele, no dia 5. / AFP

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.