Corpo de Milosevic será entregue à família

O corpo do ex-presidente iugoslavo Slobodan Milosevic será entregue a seus parentes nesta segunda-feira, informou neste domingo em comunicado o Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII).A causa da morte de Milosevic foi "um enfarte do miocárdio", segundo um breve sumário da autópsia tornado público no mesmo comunicado."Os médicos identificaram dois problemas no coração de Milosevic e disseram que isso explica o enfarte do miocárdio", diz a nota.O TPII também indicou que ainda será feito um exame toxicológico final e que um relatório será divulgado "o mais rápido possível".O corpo de Milosevic foi encontrado na manhã de sábado em sua cela na prisão do TPII em Scheveningen (Haia), que o julgava desde fevereiro de 2002 por sua responsabilidade nos crimes cometidos durante as guerras da Croácia, Bósnia e Kosovo.Segundo a nota do TPII, a autópsia foi feita domingo, por ordem da Promotoria, por legistas holandeses em Haia e com a presença de dois especialistas de Belgrado, a pedido do Governo da Sérvia e Montenegro.O ex-dirigente iugoslavo, de 64 anos, sofria de hipertensão crônica e de problemas cardíacos que obrigaram o adiamento de seu julgamento em mais de 20 ocasiões nos últimos quatro anos.A família de Milosevic responsabilizou o TPII por sua morte ao não ter permitido que ele viajasse em fevereiro a Moscou para receber tratamento, e seu advogado afirmou que alguém na prisão tinha tentado envenená-lo.A imprensa sérvia especula que Milosevic pode ser enterrado em Moscou, onde vivem seu irmão Borislav e presumivelmente também sua viúva e seu filho Marko, que fugiu da Sérvia horas depois que seu pai foi deposto, em 2000.A viúva de Milosevic, Mirjana Markovic, abandonou o país em fevereiro de 2003 para escapar de um julgamento contra ela por supostas malversações de fundos estatais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.