Corpo de Pinochet é transferido para local de velório

O corpo do ex-ditador chileno Augusto Pinochet, que morreu neste domingo, em Santiago, foi trasladado na madrugada desta segunda-feira à Escola Militar, onde será velado até a terça-feira com honras militares.O traslado do caixão com o corpo de Pinochet aconteceu várias horas depois do anunciado em medida de segurança, segundo disseram fontes policiais, devido aos atos de violência registrados no centro e em outras regiões da capital chilena.O número de cerca de quatro mil partidários do ex-ditador que aguardavam em frente à Escola Militar com velas acesas e outros gestos de homenagem a Pinochet diminuiu em mais da metade quando finalmente aconteceu o traslado, em meio a fortes medidas de segurança.O carro fúnebre com o caixão de Pinochet foi escoltado por motoristas e carros policiais, enquanto ônibus com efetivos antidistúrbios de Carabineiros (Polícia militarizada) estavam postados em pontos estratégicos do percurso, de cerca de dois quilômetros.O veículo com o caixão de Pinochet foi acompanhado por vários automóveis que transportavam os parentes e pessoas próximas ao ex-governante.De acordo com um comunicado oficial do governo e do Exército, Pinochet não receberá honras de Estado em seu funeral, mas o Exército lhe renderá as homenagens que seu regulamento dispõe para os ex-comandantes na chefia.A missa fúnebre foi marcada para o meio-dia (horário local) de terça-feira e, posteriormente, o corpo de Pinochet será cremado e suas cinzas entregues a sua família, de acordo com o anunciado pelo ministro Porta-voz do Governo, Ricardo Lagos Weber.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.