Corpos das vítimas de atentado em Toulouse estão em Jerusalém

Enterro foi marcado para o cemitério de Givat Shaul, em Jerusalém, às 10h locais (5h de Brasília); mais de 50 familiares e pessoas próximas das vítimas viajaram da França para o sepultamento

Efe,

21 Março 2012 | 04h28

JERUSALÉM - Os corpos das quatro vítimas fatais - três crianças e um mestre-rabino - do atentado contra uma escola judaica na localidade francesa de Toulouse chegaram à alvorada ao aeroporto de Tel Aviv, para serem enterrados ainda nesta manhã em Jerusalém, informou a rádio pública israelense.

 

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, e outros membros de seu Governo prestaram homenagem às vítimas ontem à noite em uma cerimônia no aeroporto Roissy-Charles de Gaulle, segundo a emissora "France Info". Os caixões estão sendo transportados a Jerusalém em ambulâncias de uma organização de judeus ultraortodoxos voluntários.

 

O enterro foi marcado para o cemitério de Givat Shaul, em Jerusalém, às 10h locais (5h de Brasília). Assistirá ao sepultamento o ministro das Relações Exteriores francês, Alain Juppé, que depois se reunirá com o presidente israelense, Shimon Peres, segundo a emissora israelense. Mais de 50 familiares e pessoas próximas das vítimas viajaram da França para o enterro, aponta a "France Info".

 

Jonathan Sandler e as crianças Miriam Monsonego (de 7 anos), Arieh Sandler (5) e Gabriel Sandler (4), todos eles com cidadania francesa e israelense, foram assassinados na segunda-feira na escola judaica Ozar Hatorah por um indivíduo que ainda não foi detido.

 

Suas famílias manifestaram ao pessoal da embaixada israelense em Paris e do consulado israelense em Marselha (sul da França) o desejo de que os restos mortais de seus entes queridos repousassem em Jerusalém, segundo a Chancelaria israelense.

Mais conteúdo sobre:
Jerusalém Toulouse França massacre atentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.