Corpos de 113 pessoas são encontrados no Iraque

Os corpos de 113 pessoas foram encontrados nesta segunda-feira no Iraque. Segundo informações das agências de notícias Reuters e Associated Press, 33 corpos foram encontrados em Bagdá, enquanto outros 80 foram exumados de duas valas comuns próximas a Kirkuk, no norte do país.Os 33 corpos encontrados em Bagdá tinham os olhos vendados, pés e mãos amarrados e marcas de tortura e de tiros à queima-roupa.Já em Towb Zawa, a 15 quilômetros de Kirkuk, foram encontradas duas covas coletivas com 80 corpos. Entre os mortos estão mulheres e crianças identificadas como de origem curda. Segundo a agência de notícias Reuters, os corpos aparentam ter sido enterrados na década de 1980, quando o Exército iraquiano invadiu e destruiu os vilarejos curdos e matou seus moradores, para, então, enterrá-los em tumbas coletivas.O ex-ditador iraquiano, Saddam Hussein, é acusado de crimes de guerra e crimes contra a humanidade. Ele e seu sobrinho Ali Hassan Al-Majid, mais conhecido como "Ali Químico", são acusados pelo genocídio de curdos na década de 1980, crime que, se confirmado, poderá levar à pena de morte aos réus. Os dois e outros colaboradores estão sendo julgados desde a semana passada pelos crimes.Segundo a Reuters, os dois deverão argumentar em seus julgamentos que a destruição das vilas curdas ao longo da fronteira iraniana foi justificável porque os rebeldes curdos e seus líderes traíram o Iraque ao fazerem alianças com o Irã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.