Guillermo Granja/Reuters
Guillermo Granja/Reuters

Correa diz que conquistou grande maioria no Congresso

Presidente diz que pretende enviar à Assembleia Nacional leis que permitirão aprofundar a revolução socialista

AE, Agência Estado

20 de fevereiro de 2013 | 15h48

QUITO - O presidente do Equador, Rafael Correa, disse nesta quarta-feira, 20, que seu partido, o Alianza Pais, deve ter conquistado entre 95 e 100 cadeiras na Assembleia Nacional, formada por 137 integrantes. Dados preliminares indicam que Correa foi reeleito para o cargo na eleição de domingo.

Durante um encontro com representantes da mídia estrangeira, Correa disse também que pretende enviar à Assembleia Nacional várias leis que permitirão que seu governo aprofunde a revolução socialista. Dentre esses projetos há um sobre comunicação, uma reforma na seguridade social e um novo código penal. O presidente declarou também que integração latino-americana é sua prioridade no campo da política externa.

Correa, que é um aliado próximo do presidente venezuelano, Hugo Chávez, declarou que pretende visitar o colega em Caracas em duas semanas se Chávez e os médicos permitirem. O presidente equatoriano afirmou que conversou com o vice-presidente venezuelano, Nicolás Maduro, que disse a ele que Chávez está se recuperando.

Dados do site do Conselho Nacional Eleitoral do Equador indicam que 85,38% dos votos já foram apurados e que Correa obteve 56,69% da preferência do eleitorado, bem à frente do segundo colocado, Guillermo Lasso, que conquistou 22,95%.

As informações são da Dow Jones

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.