Correa diz que não fará pressão por reeleição

O presidente equatoriano, Rafael Correa, negou que pressionará a Assembléia Constituinte do país a derrubar a proibição à reeleição e incluir menções ao socialismo na nova Constituição. Numa entrevista para a rede de TV Uno divulgada na noite de domingo, Correa admitiu, porém, que nunca entendeu "por que no Equador um presidente não pode ser reeleito".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.