Correa diz que não tentará 3ª reeleição

O presidente do Equador, Rafael Correa (foto), disse ontem que os quatro anos do novo mandato são os últimos à frente do governo, mesmo se houver uma reforma na Constituição para permitir nova reeleição. Correa assumiu o poder em 2007 e, segundo a Constituição, ele não pode se candidatar novamente. Ele disse que quer se dedicar mais à família.

O Estado de S.Paulo

21 de fevereiro de 2013 | 02h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.