Correção: EUA enviariam 30 mil soldados ao Afeganistão

A nota enviada anteriormente tinha um erro. No lugar de 30 mil tropas, são 30 mil soldados. Segue o texto corrigido.O chefe do Estado-Maior Conjunto dos Estados Unidos, o almirante Mike Mullen, informou hoje que os Estados Unidos poderão enviar até 30 mil soldados norte-americanos para o Afeganistão no próximo ano. A afirmação de Mullen foi feita durante visita a Cabul. Segundo ele, os soldados devem chegar ao país até meados do próximo ano, quando começa o verão no hemisfério norte. Com a medida, o governo dos EUA atenderia demanda antiga dos comandantes, que pleiteavam o envio de mais 20 mil homens para reforçar os 31 mil soldados que já se encontram no Afeganistão. Mullen destacou, contudo, que somente as melhorias no sistema de governo e na situação econômica terão efeito sobre os insurgentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.