Correção: Ike cai para nível 3 antes de chegar a Cuba

O texto enviado anteriormente contém uma incorreção. A velocidade dos ventos é de 193 km/h e não 22 km/h como foi informado. Segue a versão corrigida:O furacão Ike se enfraqueceu ao se aproximar do leste de Cuba, informou o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos hoje, e foi rebaixado para uma tempestade de categoria 3. Por volta de 18 horas (de Brasília), o olho do Ike estava a cerca de 145 quilômetros a leste da ilha de Grand Inagua e cerca de 120 quilômetros nor-nordeste de Guantánamo, em Cuba.De acordo com as informações do Centro de Furacões, o furacão se move em direção oeste a 193 quilômetros por hora. Nesta direção, ele continuará a se afastar das Bahamas e em direção ao leste de Cuba na noite de hoje e amanhã.Centenas de milhares de pessoas foram evacuadas em Cuba e foram colocadas em abrigos. Ao norte, moradores da costa da Flórida começaram a pegar as estradas locais, temendo que o furacão atinja a região na terça-feira.Ao menos 48 pessoas morreram no Haiti devido aos ventos e chuva provocados pelo Ike. Ainda é cedo para saber o número de vítimas em outras ilhas nas Bahamas, onde os ventos mais poderosos continuam a soprar. Antes do amanhecer de hoje, o furacão Ike atravessou o território britânico de Turks e Caicos, no Oceano Atlântico, enquanto a população procurava refugiar-se em suas casas ou em abrigos coletivos. A forte tempestade chegou ao arquipélago como um furacão de categoria 4 - apenas uma abaixo da mais forte segundo a escala Saffir-Simpson -, com ventos sustentados de 217 quilômetros por hora que se estendiam por uma área a até 72 quilômetros do olho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.