Correção: Morales e oposição boliviana chegam a acordo

A nota enviada anteriormente contém um erro. O presidente da Bolívia desistiu de disputar um terceiro mandato em 2014, e não 2015. Segue o texto corrigido:Os senadores bolivianos Félix Rojas, do partido governista Movimento ao Socialismo (MAS), e Luis Vázquez Villamor, da maior legenda de oposição, o Poder Democrático Social (Podemos), declararam hoje chegaram a um acordo para que "o referendo sobre a Constituição ocorra em 25 de janeiro de 2009" e que "em dezembro do próximo ano a Bolívia tenha eleições gerais". Segundo informações da Agência Boliviana de Informação (ABI), governo e oposição também chegaram a um acordo definitivo sobre a questão das autonomias regionais e da reeleição a presidente.A informação partiu após negociações entre Morales e a oposição, hoje. O presidente boliviano desistiu de disputar um terceiro mandato em 2014 (ele poderá disputar um segundo em 2009) enquanto a oposição concordou com a convocação do plebiscito, segundo informou a ABI.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.