Correção: Paraguai retira seu embaixador da Venezuela

A nota enviada anteriormente contém uma incorreção. A agência Associated Press corrigiu o nome do atual presidente do Paraguai, que é Federico Franco e não Francisco Franco. Segue o texto corrigido:

AE, Agência Estado

04 de julho de 2012 | 18h44

O novo governo do Paraguai está retirando seu embaixador da Venezuela e afirmou que o representante venezuelano no país não é mais bem-vindo. O novo presidente paraguaio, Federico Franco, e outros políticos do país estão furiosos com acusações de que a Venezuela interferiu no processo de impeachment de Fernando Lugo.

Franco e seus aliados acusam o governo venezuelano de tentar convencer os líderes militares do Paraguai a defender Lugo. O processo de impeachment do então presidente paraguaio foi considerado um "golpe institucional" antidemocrático pela maioria dos vizinhos do país na América Latina, muitos dos quais adotaram ações para isolar o novo governo.

O embaixador venezuelano já deixou o Paraguai, e agora o embaixador paraguaio na Venezuela, Augusto Ocampos, foi chamado de volta a Assunção. A decisão é quase uma interrupção total nas relações diplomáticas dos dois países. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
ParaguaiVenezuelaembaixador

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.