Correios dos EUA perdem US$ 500 milhões com antraz

A atividade caiu 10% no United States Postal Service, os correios americanos, depois dos ataques com antraz, provocando perdas de cerca de US$ 500 milhões até agora.A crise é tão profunda que, nesta quinta-feira, o organismo apresentará ao Congresso um pedido de ajuda extraordinária, como já ocorreu com as companhias aéreas.O Postal Service fechou o ano fiscal, terminado em 30 de setembro, com prejuízo de US$ 1,65 bilhão, mas prevê que perdas no valor de US$ 1,35 bilhão serão acrescentadas até o final do ano.Segundo dados de uma fonte independente, o custo total para os correios da "emergência antraz" - como é conhecida internamente a crise da bactéria - pode chegar a US$ 8 bilhões.Oficialmente, o Postal Service não confirmou a cifra, mas seu diretor-geral, John Potter, disse que se o governo não cobrir os custos será necessário aumentar as tarifas postais mais ainda do que o previsto inicialmente, que era de 30 para 37 cents por carta simples."Este é um dos períodos mais tristes e difíceis de toda a história dos correios", resumiu Potter durante uma entrevista coletiva. Até agora, dois carteiros morreram depois de contrair antraz, três estão hospitalizados e outros 16.000 foram submetidos a tratamentos preventivos.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.