Correria e pânico; 39 morrem pisoteados na Índia

A queda de uma barricada provocou pânico entre milhares de hindus que participavam de uma festa religiosa nesta quarta-feira no oeste da Índia, matando pelo menos 39 e ferindo outras 125 pessoas.O incidente ocorreu enquanto mais de um milhão de devotos hindus estavam reunidos para o festival de Kumbh Mela, quando os peregrinos se banham nas águas do rio Godavari, nos arredores da cidade de Nasik, a cerca de 175 km a nordeste de Bombaim.O prefeito de Nasik, Dasrak Patil, disse que 39 pessoas morreram e pelo menos 125 ficaram feridas, entre elas dois policiais. ?Havia cerca de 50 mil pessoas atrás de uma barricada e eles estavam empurrando. De repente, a barreira se rompeu e as pessoas caíram, disse Chagan Bhujbal, um subsecretário do estado de Maharashtra. ?O povo por trás dela começou a passar por cima e foi quando o pânico se instalou?, acrescentou Bhujbal. Após o incidente, dezenas de milhares de peregrinos continuaram concentrados na área, que se estende por dezenas de hectares. O festival de Kumbh Mela ocorre a cada 12 anos, de acordo com o alinhamento do Sol com Júpiter. Embora a festa principal se realize nas imediações da cidade de Allahabad, o minifestival em comemoração à data em Nasik é um dos mais concorridos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.