Correspondente da BBC é assassinado a tiros no sul da Somália

Naster Dahir foi assassinado a tiros neste sábado quando retornava para casa na cidade de Kismayo

Efe,

08 de junho de 2008 | 08h32

O correspondente da "BBC" Naster Dahir foi assassinado a tiros neste sábado quando retornava para casa na cidade de Kismayo, no sul da Somália, informou neste domingo, 8, a cadeia britânica.Dahir, de 26 anos, recebeu vários disparos no peito e no estômago por um homem armado quando voltava para Kismayo, a 500 quilômetros ao sul de Mogadíscio.O jornalista somali foi levado a um hospital da cidade em coma, onde pouco depois morreu.A União Nacional de Jornalistas Somalis, da qual Dahir era vice-presidente, disse que o profissional tinha recebido ameaças de morte.A organização Repórteres sem Fronteiras expressou em comunicado sua profunda repulsa por este assassinato.A Somália, imersa no caos e na violência desde 1991, é um dos países do mundo mais perigosos para a imprensa,Pelo menos nove jornalistas foram assassinados no país desde fevereiro de 2007, de acordo com a organização humanitária Anistia Internacional (AI).Segundo a fonte, as primeiras investigações sobre a autoria do crime apontam para grupos insurgentes islamitas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.