Al Drago / The New York Times
Al Drago / The New York Times

Correspondente do 'Estadão' fala do processo de impeachment de Trump às 17h30; mande sua pergunta

Processo contra o presidente americano será votado nesta quarta-feira na Câmara dos Deputados; acompanhe nossa conversa com Beatriz Bulla ao vivo pela página Internacional Estadão do Facebook

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de dezembro de 2019 | 19h14

A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos vota nesta quarta-feira, 18, o impeachment do presidente Donald Trump. Foram quase três meses de intimações, depoimentos, relatórios e transcrições que prenderam a atenção dos americanos e agora o processo chega ao seu último capítulo na Casa. 

Vamos conversar ao vivo com a correspondente em Washington Beatriz Bulla a partir das 17h30 desta quarta para entender o processo. Se você tem alguma dúvida mande para a gente pela página Internacional do Estadão no Facebook

Os democratas, que têm maioria na Câmara, pretendem votar no plenário as duas acusações. O debate deve começar por volta de 14 horas (horário de Brasília). A Câmara é composta por 435 deputados, mas 4 cadeiras estão vazias – 3 por renúncia e uma em razão da morte do democrata Elijah Cummings. 

Dos 431 votos, portanto, os democratas precisam de 216 para aprovar o impeachment. Dos 233 deputados do partido, apenas 2 disseram publicamente ser contra a destituição de Trump – um deles, o deputado Jeff Van Drew, de New Jersey, anunciou até mesmo que mudaria de partido logo após a votação. 

Até hoje, a Câmara dos EUA aprovou o impeachment do presidente em duas ocasiões: Andrew Johnson em 1868 e Bill Clinton em 1998. O Presidente Richard Nixon renunciou em 1974 antes que a Câmara pudesse votar os artigos de impeachment no escândalo de Watergate.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.