Correspondente iraquiano é expulso dos EUA

O correspondente da agência de notícias oficial do Iraque em Nova York, Mohammed Aten Allawi, recebeu uma ordem de expulsão do governo dos Estados Unidos e deverá deixar o país "dentro de 15 dias" com sua família, informou a própria agência, em Bagdá. Os motivos da expulsão não foram imediatamente informados. Segundo a agência, conhecida por INA, uma carta com a ordem foi entregue ao jornalista por funcionários americanos nas Nações Unidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.