Corrupção custa US$ 120 bi a Moscou

A corrupção no governo russo custa ao país cerca de US$ 120 bilhões, afirmou ontem Vasili Piskaryov, funcionário da Comissão de Investigação do gabinete do procurador-geral. Segundo Piskaryov, a quantia representa um terço do orçamento anual russo, estimado em US$ 376,5 bilhões. Ontem, um alto funcionário do governo foi preso por aceitar suborno de US$ 21 mil. O presidente russo, Dmitri Medvedev, já prometeu várias vezes que lutará contra a corrupção do país, que considera "desenfreada".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.