Corte chilena encerra investigações sobre Fujimori

Uma corte chilena decidiu nesta quinta-feira encerrar as investigações no processo de extradição do ex-presidente peruano Alberto Fujimori. Uma decisão preliminar sobre o caso pode ser divulgada durante o segundo trimestre de 2007, disse uma fonte do poder judiciário. A segunda sala penal da Suprema Corte rechaçou de forma unânime o pedido da defesa de Fujimori para reabrir as investigações, que o juiz a cargo do processo, Orlando Alvarez, havia dado por encerradas em novembro. Os advogados do ex-presidente - que o Peru busca extraditar por violação dos direitos humanos e corrupção - e do Estado peruano apresentaram suas posições na manhã desta quinta-feira diante dos membros do tribunal. Fujimori, de 68 anos, chegou em Santiago em novembro de 2005 de surpresa e após seis meses detido pela polícia, recuperou sua liberdade, mas não pode deixar o país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.