Corte condena 8 por filme anti-Islã

Um tribunal do Cairo sentenciou à morte ontem sete cristãos egípcios e um pastor americano que vive na Flórida. Eles foram condenados à revelia, acusados de envolvimento no filme 'A Inocência dos Muçulmanos', um vídeo amador produzido na Califórnia que insulta o profeta Maomé e cuja divulgação na internet, em setembro, provocou protestos contra os EUA e ataques a embaixadas ocidentais em vários países muçulmanos. Entre os condenados estão Mark Basseley Youssef, que produziu o filme, e Terry Jones, pastor que há três anos ameaçou fazer uma fogueira com exemplares do Alcorão. / AP

O Estado de S.Paulo

29 de novembro de 2012 | 02h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.