Corte condena Holanda por ação contra revista

A Corte de Direitos Humanos da UE decidiu ontem que a Holanda violou a liberdade de expressão ao mandar a revista Autoweek entregar fotos para a polícia sem ordem judicial. Em 2002, a publicação fez uma reportagem sobre rachas, preservando a identidade dos participantes. A polícia acreditava que um dos carros fora usado em roubos e requisitou as imagens. O editor, Tonie Broekhuijsen, recusou-se e foi preso. As fotos foram entregues sob protesto, mas o caso foi parar na Justiça. O Ministério da Justiça da Holanda disse que acatará a sentença e mudará a lei para dar mais proteção às fontes jornalísticas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.