Corte Interamericana reabilita opositor venezuelano

A Corte Interamericana de Direitos Humanos emitiu uma sentença a favor do opositor venezuelano Leopoldo López, o qual entrou com uma ação contra o Estado da Venezuela por violação dos seus direitos políticos. O tribunal ordenou às autoridades venezuelanas que suspendam as sanções contra López, as quais impedem que ele dispute eleições.

AE, Agência Estado

16 Setembro 2011 | 21h48

"Conseguimos, foi feita Justiça. Estou habilitado. Este é um triunfo para todos os que lutamos pelos direitos e a justiça. A Venezuela ganhou", disse López. O político, de 40 anos, aspira ser candidato presidencial nas eleições de 2012 e é rival do presidente Hugo Chávez.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.