Corte Internacional afirma que muro de Israel viola a lei

A Corte Internacional de Justiça (CIJ) decidiu que o muro dividindo Israel da Cisjordânia viola a lei internacional e deve ser desmantelado, segundo documentos do tribunal que vazaram antes do anúncio oficial da sentença. Mais tarde, ao iniciar a leitura da decisão, o tribunal disse que tinha jurisdição para julgar a legitimidade da cerca que Israel está construindo em resposta a ataques suicidas palestinos. Trata-se de uma das questões mais importantes levadas àquele tribunal, com sede em Haia, na Holanda, em seus 58 anos de existência. A CIJ é a mais alta instância das Nações Unidas, criada para resolver pendências entre os Estados membros da ONU. O governo israelense, porém, já deixou claro que não cumprirá a sentença, seja qual for, pois não reconhece o poder da corte em relação a este tema.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.