Corte Suprema do Canadá permite bater nos filhos

Os pais canadenses podem continuar batendo de leve em seus filhos, determinou a Suprema Corte do país. Em uma votação de 6 a 3, o tribunal rejeitou solicitação para que uma lei que permite palmadas, promulgada há mais de um século, fosse anulada. A decisão de hoje, no entanto, estabeleceu uma orientação para que os juízes possam determinar entre uso aceitável da força e abuso. A corte indicou, por exemplo, que não deverá ser aceita punição corporal em crianças com menos de dois anos ou em adolescentes. O uso de cintos ou varas contra a face e a cabeça também é desaconselhável.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.