Massimo Percossi/Efe
Massimo Percossi/Efe

Costa Cruzeiros oferece R$ 25 mil a passageiros de navio naufragado

Turistas e tripulantes ainda podem abrir ações legais contra empresa dona do Costa Concordia

Associated Press

27 de janeiro de 2012 | 07h57

ROMA - A Costa Cruzeiros, empresa proprietária e responsável pelo navio que naufragou na costa da Itália há duas semanas, ofereceu 11 mil euros (cerca de R$ 25 mil) aos passageiros a bordo da embarcação. A quantia, anunciada pela própria companhia, é destinada a compensar os danos materiais e psicológicos dos turistas.

 

Veja também:

som OUÇA: Capitão recebe ordens de voltar para o barco

tabela ESPECIAL: O naufrágio do Costa Concordia

 

A Costa Cruzeiros, unidade da Carnival Corp., também reembolsará os custos da viagem integralmente, bem como despesas de viagens e médicas causadas pelo naufrágio, que ocorreu após o casco do navio se chocar contra rochas perto da ilha de Giglio.

 

O acordo foi anunciado nesta sexta-feira, 27, depois de uma dia de negociações entre representantes da Costa Cruzeiros e de um grupo de defesa dos consumidores da Itália, que representava os 3.206 mil turistas de 61 países a bordo do Costa Concordia. Passageiros e tripulantes que não estiverem satisfeitos com o acordo ainda podem abrir ações legais contra a empresa.

 

O acidente do último dia 13 deixou ao menos 16 mortos e 22 desaparecidos. O capitão do navio, considerado responsável pelo naufrágio, está detido em prisão domiciliar e está sendo investigado. As autoridades italianas ainda procuram corpos e bombeiam o combustível do cruzeiro para evitar uma catástrofe ambiental. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.