Costa Leste dos EUA começa a sentir efeitos do Isabel

A Costa Leste dos EUA começa a sentir os efeitos do furacão Isabel no início desta manhã, informa a CNN. Chuvas ocorreram na região oriental da Carolina do Norte e ao sul da Virgínia, informou o Centro Nacional de Furacões. O centro do furacão deve alcançar a terra ao leste da Carolina do Norte durante o dia. No entanto, as condições começarão a deteriorar-se antes do centro atingir a costa. O furacão tem ventos de 168 km/h, categoria 2 na escala Saffir-Simpson. Às 6h (de Brasília), o centro do furacão encontrava-se cerca de 250 quilômetros ao sul da Cape Haterras, na Carolina do Norte. O Escritório de Administração de Pessoal dos EUA decidiu que todos os funcionários do governo federal norte-americano na área de Washington, exceto pelos de serviços emergenciais, não deverão comparecer a seus locais de trabalho nesta quinta-feira, por causa da chegada do furacão Isabel. Todas as agências do Distrito de Columbia (o distrito federal dos EUA) também estarão fechadas. O prefeito de Washington, Tony Williams, declarou estado de emergência. As janelas da Casa Branca foram bloqueadas com painéis. O Congresso cancelou as sessões desta quinta-feira e amanhã. Os serviços de metrô e de ônibus estão suspensos em Washington. Vários Estados norte-americanos da Costa Leste também declararam estado de emergência. Cerca de 200 mil moradores da Virgínia e da Carolina do Norte foram retirados de suas casas. Veja no National Weather Service, a animação das imagens captadas pelo satélite Goes do furacão Isabel em direção aos EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.