Costa Rica apóia ataque americano ao Iraque

O governo da Costa Rica deu total respaldo nesta quarta-feira à posição americana de atacar o Iraque e conclamou o presidente do Iraque, Saddam Hussein, a cumprir as resoluções das Nações Unidase se desarmar, ou aceitar o ultimato de Washington para abandonar o poder e o país.Do contrário, ?o ditador Hussein será o único responsável pelo conflito militar no Iraque?, diz um comunicado firmado pelo presidente da Costa Rica, Abel Pacheco, e pelo chanceler, Roberto Tovar.?Ante a iminência do conflito armado, advogamos o respeito ao direito internacional mesmo em tempos de guerra?, acrescenta o texto, que reafirma o compromisso da Costa Rica com a luta ?contra o terrorismo?. O noticiário até 18/3/2003Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.