Costa Rica leva disputa com Nicarágua a tribunal da ONU

A Costa Rica levou ao principal tribunal da ONU a sua atual disputa com a Nicarágua por causa do controle de um rio fronteiriço, alertando para uma situação de "extrema hostilidade e tensão" na região, com a possibilidade de um conflito armado.

REUTERS

19 de novembro de 2010 | 19h53

O governo costa-riquenho acusou Manágua de mobilizar tropas dentro do território da Costa Rica no mês passado, em meio a uma operação de dragagem em torno de uma ilha no rio San Juan, uma área que há mais de um século gera atritos bilaterais.

A Corte Internacional de Justiça (CIJ) disse na sexta-feira que a Costa Rica protocolou o caso na véspera. A Nicarágua deve apresentar uma resposta, e o processo nesse tipo de caso costuma durar anos.

A CIJ é a mais alta instância jurídica da Organização das Nações Unidas (ONU). Ela foi criada em 1946, em Haia, para resolver disputas entre Estados.

O governo de esquerda da Nicarágua negou nesta semana que tenha feito uma incursão no território vizinho, e disse que suas tropas estão presentes na região de fronteira para combater o narcotráfico.

Tudo o que sabemos sobre:
ONUCOSTARICANICARAGUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.