Cravo em fuzil deu nome a movimento

O 25 de Abril de 1974 entrou para a história por uma imagem singela. Ao saber da vitória pacífica dos chamados "capitães de abril", a população saiu às ruas de Lisboa e pôs cravos vermelhos nos fuzis dos militares, dando origem ao nome "Revolução dos Cravos". O gesto teria sido feito inaugurado por uma florista, que enfeitou com um cravo a arma de um soldado que vigiava um hotel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.