Credit Suisse cortará 2000 empregos

O Credit Suisse Group, segundo maior banco suíço, informou que pretende cortar 2.000 postos de trabalho no Credit Suisse First Boston, o banco de investimentos do grupo e terceiro maior subscritor de bônus e ações dos EUA. As demissões equivalem a 7% do quadro de funcionários do CSFB, que tem sede em Nova York. Essa medida deverá gerar uma redução dos custos operacionais de US$ 1 bilhão até o final de 2002. O Credit Suisse anunciou que a enfraquecida situação dos mercados financeiros e vários valores escriturados farão com que seu resultado operacional no terceiro trimestre fique em linha (brek-even) com o mesmo período do ano passado. O Credit Suisse Group informou que deve registrar prejuízo de 300 milhões de francos suíços no período (US$ 187 milhões) no terceiro trimestre, o que representará o primeiro resultado negativo do grupo desde 1997. O CSFB deverá ter prejuízo operacional de US$ 120 milhões, após seu faturamento ter caído em relação ao segundo trimestre em virtude da piora do ambiente para negócios depois dos ataques terroristas do dia 11 de setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.