Cresce a segregação racial nas escolas dos EUA, mostra estudo

Latinos e negros estão sendo cada vez mais segregados de brancos nas escolas americanas, de acordo com um estudo da Universidade de Harvard. O estudo conclui que, 50 anos depois de o país ter proibido por lei a discriminação racial nas salas de aula, há uma tendência de "re-segregação" nas escolas americanas. Os autores do estudo, do Projeto de Direitos Civis da universidade, atribuem essa tendência principalmente a uma série de decisões judiciais que esvaziaram leis baseadas em questões raciais e à diminuição de políticas que estimulam a integração racial. Vários tribunais americanos reverteram decisões baseadas nas chamadas ações afirmativas por considerá-las inconstitucionais. Pouca mistura Os pesquisadores analisaram escolas de 185 distritos americanos ao longo de 14 anos e estabeleceram um "índice de exposição", para medir o número de alunos negros e brancos que tinham contato entre si. À exceção de quatro distritos estudados, todos mantiveram o mesmo índice ou pioraram entre os anos de 1986 e 2000. No caso de maior segregação estudado - um escola de Atalanta, Georgia - o número de negros "expostos" a brancos caiu de 68,7% para 23,1% nesses 14 anos. O estudo mostra, portanto, que a maioria das escolas americanas não representa a crescente diversidade racial do país - o último recenseamento americano, feito em 2000, indica um crescimento da população de negros e latinos nos Estados Unidos nos últimos anos. Os autores do estudo sustentam que a integração racial é fundamental para melhorar a educação e preparar os estudantes para viver em uma sociedade multirracial. Também há temores de que a segregação aumente a tensão racial no país. Pobreza Uma das recomendações dos pesquisadores para estimular a integração é favorecer a convivência de crianças de diferentes meios sociais na escola. Isso poderia ser feito incluindo populações de centros urbanos e subúrbios nos mesmos distritos educacionais. Segundo os autores, o fato de as minorias morarem em áreas mais pobres contribui para provocar uma divisão racial nas escolas. As informações são da BBC. Para ler o noticiário da BBC, clique aqui

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.