Cresce apoio à reeleição da presidente argentina, diz pesquisa

Intenção de votos em Cristina Kirchner cresceu quase 5 pontos após anúncio de candidatura

Reuters

07 de julho de 2011 | 09h19

Pesquisa da Management & Fit mostrou que 38,3 %das pessoas entrevistadas votariam em Cristina

 

 

BUENOS AIRES - A intenção dos eleitores de votar na presidente argentina, Cristina Kirchner, cresceu quase 5 pontos percentuais depois de seu anúncio de que tentará ser reeleita nas eleições de outubro, mostrou na quarta-feira uma pesquisa.

 

A última pesquisa da consultoria Management & Fit mostrou que 38,3 %das pessoas entrevistadas votariam em Cristina, acima dos 33,4 % vistos na pesquisa da mesma empresa divulgada há três semanas.

 

A presidente argentina anunciou em 21 de junho que buscará sua reeleição depois de manter suspense por meses sobre seu futuro político.

 

A intenção de voto para seu principal rival, segundo a pesquisa, o deputado social democrata Ricardo Alfonsín, cresceu quase 8 pontos percentuais, para 23,2 por cento, diminuindo a ampla diferença que o separa da presidente.

 

Com níveis de aprovação próximos de 50 por cento, a imagem de Cristina foi beneficiada pelo forte crescimento da economia doméstica, apesar das queixas dos argentinos pela falta de segurança e uma inflação elevada que o governo não reconhece oficialmente.

 

Em um distante terceiro lugar na pesquisa aparece o governador de Santa Fé, o socialista Hermes Binner, com 6,4 por cento, seguido pelo ex-presidente Eduardo Duhalde, com 5,4 por cento.

 

O primeiro turno será em 23 de outubro. A pesquisa foi realizada entre 29 de junho e 2 de julho com 1.738 pessoas e tem margem de erro de 3,1 pontos percentuais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.