Cresce número de norte-americanos que nunca se casaram, revela estudo

Cresce número de norte-americanos que nunca se casaram, revela estudo

Mais de 40 milhões de americanos nunca se casaram; dado revela mudança social e demográfica nos EUA

REUTERS

23 de setembro de 2014 | 10h27

Um porcentual recorde de 20 por cento dos norte-americanos adultos, ou 42 milhões de pessoas, nunca se casaram, marcando uma mudança social e demográfica nos Estados Unidos, de acordo com uma análise divulgada nesta quarta-feira.

O aumento de adultos que nunca se casaram decorre de diversos fatores, incluindo idades mais avançadas para as uniões e mais pessoas vivendo juntas e criando filhos fora dos laços do casamento, disse o relatório do Pew Research Center.

Em 2012, 23 por cento dos homens e 17 por cento das mulheres acima de 25 anos nunca tinham sido casados, salientando uma divisão crescente entre os gêneros. Em 1960, 10 por cento dos homens e 8 por cento das mulheres não se haviam casado, revela o estudo.

“Mudanças em atitudes públicas, dificuldades econômicas e mudanças nos padrões demográficos podem estar contribuindo para o aumento do número de adultos que nunca foram casados”, disse o instituto de pesquisa. A análise foi baseada em dados do escritório de censo dos EUA e em uma pesquisa do Pew.

A tendência é especificamente pronunciada entre norte-americanos negros. Ao todo, 36 por cento dos negros não se haviam casado em 2012, quatro vezes o nível de 1960.

A fatia de adultos solteiros entre os brancos quase dobrou durante o mesmo período, para 16 por cento, e para hispânicos passou a 26 por cento, segundo a pesquisa.

Cerca de metade, ou 53 por cento, dos adultos que nunca se casaram disseram que gostariam de casar eventualmente, uma queda ante os 61 por cento em 2010, segundo o Pew.

Homens e mulheres estão procurando qualidades diferentes de conjugues potenciais. Entre as mulheres, 78 por cento dizem que encontrar alguém com um emprego estável seria muito importante.

Para 70 por cento dos homens, compartilhar pontos de vistas semelhantes sobre a criação dos filhos é mais importante do que encontrar alguém com um emprego estável.

O Pew observou que o percentual de adultos nunca casados aumentou à medida que a diferença de remuneração entre homens e mulheres caiu desde 1980.

A pesquisa foi realizada de 22 a 25 de maio e de 29 de maio a 1o de junho, entrevistando 2.003 adultos acima de 18 anos. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais.

(Por Ian Simpson)

Mais conteúdo sobre:
GERALCASAMENTOSEUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.