Criado partido fascista em Portugal

O italiano Benito Mussolini, o alemão Adolf Hitler e o português Antonio de Oliveira Salazar são fontes de inspiração para a criação do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores de Portugal (PNSTP), cuja formação foi anunciada pelo médico Antonio de Paiva em entrevista ao jornal lisboeta Público.Numa surpreendente definição, Paiva explicou que o novo partido "terá uma textura intrínseca de ação corporativo-anarco-sindicalista em meio a uma recessão mundial que faz crescer o nacional-socialismo".No entanto, apesar da possibilidade de reunir as 5.000 assinaturas necessárias para a constituição do PNSTP, o médico poderá enfrentar sérios problemas legais, já que a Constituição portuguesa promulgada após o levante de militares esquerdistasem 1974, que restabelecer a democracia, proíbe partidos fascistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.