Crianças achadas entre cadáveres

Funcionários do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) encontraram ontem quatro crianças "fracas demais para ficar de pé", ao lado dos corpos de suas mães, numa casa de Zeitoun, na Faixa de Gaza. Junto a elas, havia 12 corpos distribuídos sobre colchões, além de um homem, achado ainda com vida. Segundo o CICV, o grupo esperou quatro dias pela chegada de uma ambulância.O pedido de acesso ao local foi feito pelo CICV ao Exército israelense no dia 3, mas a autorização só foi dada no dia 7. "É um incidente chocante", disse o chefe da delegação do CICV em Israel e nos territórios palestinos, Pierre Wettach. "O Exército israelense provavelmente sabia dessa situação, mas não prestou assistência aos feridos, nem deixou que nós ou o Crescente Vermelho palestino prestássemos."A organização critica Israel por retardar o deslocamento de seus veículos na Faixa de Gaza, impedindo civis palestinos de receber ajuda a tempo. O CICV diz que os bloqueios erguidos pelo Exército israelense em Gaza impedem a circulação de ambulâncias e comboios humanitários. Em alguns casos, para contornar as dificuldades, as equipes usam carroças puxadas por burros para permitir que os feridos e doentes cheguem até as ambulâncias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.