Crise é maior desafio da história da União Europeia, diz Barroso

Líder da Comissão Europeia participa nesta quarta de encontro com objetivo de avaliar esforços gregos para reduzir dívida do país.

BBC Brasil, BBC

28 Setembro 2011 | 07h09

O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, afirmou nesta quarta-feira que a crise envolvendo a dívida de diferentes países europeus representa ''o maior desafio'' da história da União Europeia.

''Hoje, estamos enfrentando o maior desafio em toda a história da União Europeia'', mas ele acrescentou que é tanto ''possível'' como ''necessário'' superar a crise.

Barroso, assim como representantes do Banco Central Europeu (BCE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI) deverão se encontrar com autoridades da Grécia nesta quarta-feira, para discutir a crise de endividamento que afeta o país.

Eles irão avaliar se a Grécia avançou em suas tentativas de reduzir o nível da dívida do país.

Compromissos

Durante um discurso no Parlamento europeu, Barroso procurou dissipar temores de que a Grécia possa vir a decretar o default de sua dívida ou mesmo abandonar o grupo de países que integram a zona do euro.

"A Grécia é e permanecerá sendo um membro da zona do euro. A Grécia precisa cumprir os seus compromissos no período determinado e integralmente. Os outros países da zona do euro, por sua vez, se comprometeram a auxiliar a Grécia e uns aos outros.''

Na terça-feira, o primeiro-ministro da Grécia, George Papandreou, enalteceu os esforços ''sobre-humanos'' para reduzir o orçamento do país.

A Comissão Europeia, o BCE e o FMI irão avaliar se liberarão um total de 8 bilhões de euros (cerca de R$ 20 bilhões) de um pacote de 110 bilhões de euros destinado à Grécia negociado em meados deste ano.

A avaliação da Comissão Europeia, do BCE e do FMI ocorre em meio a divergências entre os países da zona do euro sobre o grau de apoio que deve ser dado a Grécia.

Os países da região estão em vias de ratificar propostas formuladas em julho, entre elas uma que faria com que investidores privados abrissem mão de 20% das dívidas que a Grécia teria com eles. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.