Crise na Costa do Marfim suspende exportação de cacau

Alassane Ouattara, reconhecido internacionalmente como vencedor das eleições presidenciais da Costa do Marfim, ordenou hoje a suspensão das exportações de cacau e café por um mês, de acordo com um comunicado. "O governo marfinense informa os operadores econômicos sobre a paralisação imediata de todos os embarques de café e cacau a partir de segunda-feira até 23 de fevereiro", diz o documento.

AE, Agência Estado

24 de janeiro de 2011 | 12h49

Segundo Ouattara, produtores e exportadores que violarem a proibição estarão "financiando o regime ilegítimo" do presidente Laurent Gbagbo, que se recusou a deixar o poder após o resultado das eleições presidenciais de novembro. A Costa do Marfim é o maior produtor de cacau do mundo. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.