Crise provocou fuga de 14 mil, alerta ONU

A ONU alertou ontem que a instabilidade política e os episódios de violência na Costa do Marfim já provocaram a fuga de 14 mil civis para a vizinha Libéria. Estima-se que 200 marfinenses tenham morrido desde as eleições, há duas semanas. Na sexta-feira, o bloco de países do oeste africano ameaçou usar a força "de maneira legítima" para tirar do poder o atual presidente, Laurent Gbagbo, em benefício do opositor Alassane Ouattara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.