Crise síria volta a causar violência no norte do Líbano

Comunidades libanesas alauitas e sunitas voltaram a se enfrentar ontem no Líbano em um novo confronto relacionado à crise na vizinha Síria. Testemunhas disseram que houve pelo menos 15 mortes em enfrentamentos na cidade de Trípoli, no norte do Líbano, perto da fronteira síria. Os enfrentamentos começaram no sábado. Os muçulmanos sunitas libaneses, em geral, simpatizam com os sírios que fazem oposição ao regime do presidente Bashar Assad, enquanto os alauitas tendem a apoiar o ditador. O primeiro-ministro, Najib Mikati, e outros políticos locais fizeram uma reunião e decidiram mobilizar tropas em Trípoli. O premiê libanês instruiu as forças de segurança a usarem "mão de ferro" para conter a violência. / REUTERS

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.